quinta-feira, 19 de maio de 2011

Amapá: SINDESAÚDE organiza campanha salarial

O Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Amapá - SINDESAÚDE -, em campanha salarial recusou a proposta do governo Camilo Capiberibe (PSB) de 3% de reajuste salarial.

Segundo Dorinaldo Malafaia presidente do SINDESAÚDE e da Direção de UNIDOS PRA LUTAR no Amapá "o percentual dado pelo governo aos funcionários públicos é uma vergonha porque não repõe sequer a inflação do período que segundo o DIEESE é de 6,31%".

Em resposta ao governo os trabalhadores da Saúde, Educação, Guardas Penitenciários, Médicos, etc. fizeram ato público em frente o Palácio das Bacabeiras (sede do governo) exigindo respeito, reajuste salarial digno e melhopres condições de trabalho.

"Se o governo do estado não atender nossas reivindicações seremos obrigados a paralisar nossas atividades funcionais" disse Malafaia. Não está descartada greve da categoria.


Nenhum comentário: