sábado, 16 de janeiro de 2010

ESTAMOS DE VOLTA

Após uns dias de descanso estamos de volta. A novidade do BLOG é que agora, todas as quintas-feiras, estaremos publicando para nossos leitores um NOTICIÁRIO SINDICAL INTERNACIONAL que juntamente com nosso NOTICIÁRIO SINDICAL NACIONAL diário e a ENTREVISTA DE DOMINGO, uma outra novidade, esperamos estar compartilhando informações das principais lutas e mobilizações que vem protagonizando nossa classe contra os patrões e os governos de plantão. Sugestões e notas devem ser enviadas para nosso e-mail unidospralutar@ymail.com.br As notas não podem ultrapassar 700 caracteres. SINDICALISMO CLASSISTA se reserva o direito de não publicar conteúdos ofensivos.


NOTICIÁRIO SINDICAL 001/2010
1. Rodoviários de Sorocaba
A BREDA, empresa de ônibus, que opera as linhas rodoviárias e suburbanas da região de Sorocaba e litoral paulista está devendo aos seus trabalhadores: a 2° parcela do 13° salário de 2009, parte do salário referente aos dias trabalhados em dezembro, três meses de plano de saúde, recolhimento de FGTS e INSS, ressarcimento de descontos efetuados a título de crédito consignado e de pensão alimentícia não repassados às entidades e pessoas de direito, o que tem gerado grande indignação da categoria que se mobiliza para resolver a situação.

2. Caso BREDA Sorocaba
Após várias denuncias do Sindicato dos Rodoviários acerca do não cumprimento de exigências mínimas para que a empresa BREDA possa prestar um serviço de qualidade a população, a Agência Reguladora do Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) resolveu intervir e retirou da empresa a concessão de operação de serviços. A empresa, que não cumpre também com suas obrigações trabalhistas com seus funcionários, conseguiu liminar da 9° Vara da Fazenda Pública da Comarca da Capital para seguir operando os serviços. Por conta dessa situação os empregados da BREDA desde o dia 19/12 estão prestando serviços em outras da região. Uma greve no setor pode ser iniciada nos próximos dias.

3. Bancários de São Paulo Capital
Na quinta-feira (14/01) após três agências do UNIBANCO terem sido alvos de assaltos, o sindicato dos Bancários (CUT) de São Paulo fez panfletagem na porta de várias unidades na Av. 15 de Novembro – Centro, para alertar a população sobre a falta de segurança no setor. A direção do sindicato denunciou em nota a população que por conta do veto feito pelo Prefeito Gilberto Kassab (DEM) em junho de 2008, do projeto de LEI n° 09/2008 do vereador Francisco Chagas (PT), que previa a obrigatoriedade de portas de segurança em todas as agências e postos bancários do estado, a violência só tem aumentado.

4. Bancários do Santander e Real marcam dia nacional de luta
Será dia 20/01 (quarta-feira) e tem objetivo de fortalecer a mobilização da categoria por melhorias no aditivo à convenção coletiva de trabalho e o acordo do Programa de Participação e Resultados (PPR). Os bancos ofereceram acordo por dois anos, pagando R$ 1 mil de PPR, em fev. de 2010, e outros R$ 1 mil corrigidos pelo índice a ser conquistado ainda na campanha salarial, em fev. de 2011. Na plenária realizada no dia 12/01 na capital paulista, dirigentes sindicais da categoria de todo país, classificaram como “ridícula” a proposta feita pelas banqueiros que aprovaram em assembléia de acionistas em 2009 uma remuneração aos seus 26 diretores executivos de R$ 223,8 milhões o que significa R$ 8,26 milhões para cada.

5. Trabalhadores do ramo químico e petroleiro na Bahia
Nos dias 11 e 12/01 o Sindicato dos Trabalhadores do Ramo Químico e Petroleiro (CUT) da Bahia realizaram paralisações de advertência na porta da empresa BUNGE que tinha anunciado a suspensão de suas atividades na planta de Candeias. Fruto da mobilização no dia 13 a empresa voltou atrás em sua decisão que caso fosse efetivada promoveria a demissão de 100 trabalhadores. Parabéns aos trabalhadores da BUNGE pela vitória!

6. Servidores Federais – FUNAI
O Decreto 7.056/09 que extingue administrações da Fundação Nacional do Índio (FUNAI) em diversos estados, colocou não somente os funcionários desse importante órgão público em mobilização como também lideranças das mas diversas comunidades indígenas que afirmam que o Decreto tem o objetivo de desarticular o processo de resistência contra as obras do PAC, a exemplo de Belo-Monte no oeste do Pará. Segundo declarações de dirigentes do SINTSEP-PA que lutam pela revogação do Decreto, o mesmo vem na contra-mão da reestruturação da FUNAI discutida com a categoria.

7. Campanha Salarial dos Trabalhadores da Construção Civil de Fortaleza
Cerca de 3 mil operários cruzaram os braços e fizeram ato público no dia 12/01 em Fortaleza exigindo melhores condições de trabalho. A mobilização foi duramente reprimida pela policia o que já demonstra a forma truculenta com que o governo e os patrões irão tratar a campanha salarial dessa categoria nesse ano. No próximo dia 21/01 às 18 horas, haverá nova assembléia para aprovar a pauta de reivindicações desse ano. Uma audiência ocorrerá nos próximos dias entre o sindicato patronal e Superintendência Regional do Trabalho. Segundo o sindicato que é ligado a Conlutas se as reivindicações não forem atendidas a paralisação será retomada.

8. Médicos de Mato Grosso encerram greve
Em assembléia Geral realizada no dia 15/01 os médicos do Pronto Socorro de Várzea Grande deliberaram pelo fim da greve da categoria que já durava quatro meses. Pela proposta da feita pela prefeitura e aceita pela categoria, os médicos terão aumento no piso salarial em três parcelas. Até abril de 2011, o piso salarial será de R$ 1,9 mil. A Prefeitura se comprometeu a elaborar uma nova proposta de PCCS, melhorar as condições de trabalho no Pronto Socorro e nas Policlínicas com a reforma do Pronto Socorro de Cuiabá, para desafogar a unidade de Várzea Grande responsável pela maioria dos atendimentos de urgência e emergência.

9. Congresso do SIND-SAÚDE do Amapá
Será realizado entre os dias 24 e 26/02 o Congresso do SIND-SAÚDE do Amapá. O Sindicato que representa 11 mil trabalhadores na base debaterá a próxima campanha salarial da categoria que terá como eixos o reajuste salarial, a melhoria nas condições de trabalho, bem como a exigência por concurso público. Na ocasião a categoria debaterá o processo de reorganização sindical existente em nosso país e sua participação no Congresso da Conlutas e da Formação da Nova Central Sindical que ocorrerá em Santos (SP) em junho desse ano.

10. Eleições do SINTSEP-PA
Ocorrerá no dia 08 de fevereiro as eleições do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Federal do Estado do Pará. O Sindicato é filiado a Conlutas e já garantiu presença no Congresso da Construção da Nova Central Sindical de Trabalhadores que ocorrerá em junho em Santos.

Nenhum comentário: